Espaço Rock

Um Espaço que mostra o que afeta sua Vida Financeira:

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Homens e Mulheres que buscam segurança financeira

    Existem homens e mulheres que ficam em casamento nocivo pela questão da segurança financeira. Vivem vidas tristes, mas preferem isso do que ter uma grande queda na qualidade de vida. O dinheiro não traz felicidade. No entanto, muitas pessoas têm como valores a segurança e isso inclui a segurança financeira. Porque, sem isso, a ansiedade e as preocupações futuras podem acabar com a tranquilidade de uma pessoa. 

    Quase todos os sortudos da loteria que ganharam milhões de reais, perderam tudo o que tinham. Sabe por quê? Porque não souberam administrar ou gerenciar o dinheiro ganho. Portanto, a questão da segurança está relacionada em saber o que esta fazendo ao invés do montante de dinheiro que tem.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Medo das Mulheres: Síndrome da Bag Lady

    Estudo americano indica que quase 50% das mulheres tinham medo de terminarem sozinhas, indigentes e desabrigadas, o que os americanos chamam de síndrome de Bag Lady. Esse medo também esta muito presente nas mulheres com sucesso profissional, com salários altos e bons patrimônios. 

    Mas ao mesmo tempo, poucas mulheres procuram conhecimento e praticam a gestão dos investimentos. Como diz o ditado: Temos medo do que não conhecemos. Portanto, é fundamental a sabedoria financeira, das ferramentas e estratégias para sair do desconhecido e superar o medo.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Mulheres chefes de famílias

    40% da mulheres brasileiras comandam os lares e muitas vivem com graves e sérios problemas financeiros. Muitas estão com nome sujo, com muitas dívidas, com pagamentos atrasados. Muitas chegam a montar grupos no whatsapp para compras no atacado. Muitas possuem dupla e tripla jornada. Trabalham em um emprego, cuidam da família e ainda tem dotes de empreendedoras. Vendem doces, bolos, salgados, fazem trabalho de manicure e pedicure, vendem roupas e pequenas coisas. 

    Essas mulheres vivem pela família e trabalham incansavelmente, mas lhes falta um mínimo de conhecimento de finanças para manter algum dinheiro, acumular e fazer crescer os rendimentos. Com isso, poderia dar uma vida melhor para a família, ter mais tempo para ficar com eles e trabalhar menos.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Mulheres cuidam mais dos familiares, portanto, precisam de mais renda

    Estatisticas mostram que entre 80% a 90% da guarda dos filhos fica com a mãe no momento do divórcio. As mulheres presas recebem aproximadamente 3 vezes menos visitas sociais que os homens presos.  Geralmente as mulheres cuidam dos pais e avós idosos. Muitas mulheres chegam a gastar todas as economias para cuidar de um companheiro doente. 

    Por consequência, é natural dizer que as mulherem cuidam mais dos familiares que os homens. Mas para cuidar bem, seja com despesas médicas, seja com medicamentos, seja com alimentação, seja com um bom local de descanso, é preciso ter dinheiro para pagar as contas. 

    Logo, este é um dos motivos que explicam por que as mulheres ficam mais pobres que os homens. Para mudar isso, a mulher tem que se preparar melhor financeiramente. Dedicar um tempo e aprender finanças para que nunca falte nada para as pessoas que ama.

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Por que as mulheres não se envolvem nas finanças?

    Estudos indicam que as mulheres são mais pobres que os homens na aposentadoria, são mais pobres no divórcio e em média são mais despreparadas financeiramente que os homens. Mas porque isso acontece?  A primeira razão é que muitas mulheres possuem mais tarefas que os homens, porque trabalham, cuidam mais dos filhos e dos afazeres domésticos. Com isso, tem menos tempo para se dedicar à vida financeira. 

    A segunda razão é que, culturalmente, foi dito para as mulheres que elas são mais habilidosas na parte de humanas e pouco habilidosas na parte de exatas.

    A terceira razão diz que as mulheres acham o assunto de finanças confuso, opressivo, complicado e complexo. 

    A quarta razão esta relacionada ao baixo ou zero conhecimento sobre finanças e investimentos.

    Portanto, somente com educação financeira e ferramentas corretas podemos tornar o assunto de finanças leve e fácil.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Taxas do cheque especial são altíssimas

    As taxas do cheque especial são uma das mais altas do mercado. A taxa média do cheque especial estava ao redor de 13,5% ao mês no começo do ano de 2017, o que representa uma taxa anual de 354% ao ano. Suponha que seja possível ficar 1 ano, 2 e 3 anos no cheque especial, sabe o que aconteceria utilizando R$ 2.000,00

    Em 1 ano: o saldo devedor vai para R$ 9.141

    Em 2 anos: o saldo devedor vai para R$ 41.776

    Em 3 anos: o saldo devedor vai para R$ 190.933

    Colocamos prazos mais longos para mostrar o efeito nefasto do cheque especial. Definitivamente,  não vale a pena utilizar o cheque especial.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Por que é tão difícil comparar preços e custos entre os bancos?

    É muito difícil comparar preços e custos entre bancos por 2 motivos. Parece uma missão impossível. O primeiro motivo é porque os bancos colocam um intervalo de preços bastante grande e incluem certos benefícios.

    Colocam taxa de crédito pessoal entre 60% a 250% ao ano. Mostram que um pacote de tarifas custa trinta reais e outra tem isenção se tiver investido trezentos mil reais.

    O segundo motivo é não ter ferramentas que possibilitem a comparação entre os produtos. Não tem calculadoras, simuladores que possibilitem avaliar qual o melhor produto

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    O tolo e o sábio. Provérbios 17:16

    Provérbios 17:16. De que serve o dinheiro na mão do tolo, já que ele não quer obter sabedoria. A grande maioria das pessoas que ganham na loteria perdem todo o dinheiro depois de um tempo.Muitas pessoas de sucesso ganham muito dinheiro, mas depois perdem quase tudo.

    Muitas pessoas tem muitas casas, mas vivem apertadas.

    O problema é a falta de sabedoria para administrar e utilizar o dinheiro, seja do ponto de vista de investimentos, seja do ponto de vista de gestão e planejamento; ou se coloca em projetos ou investimentos que são perda na certa.

    Tem uma pessoa que ganhou R$ 10 milhões, comprou uma fazenda e bois para engorda e venda. Durante 10 anos trabalhou muito e depois perdeu tudo. Se tivesse colocado no Tesouro Direto Selic com 10%, poderia ter uma renda de R$ 68 mil por mês sem fazer nada e com a preservação dos R$ 10 milhões como capital. Precisamos de sabedoria para entender onde é melhor investir, se vale a pena tomar um crédito e como controlar os gastos.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Temos medo de banco? Temos receio de que não entendemos nada?

    Sim, temos medo do banco. Temos medo de entrar no banco. Temos medo de não entender nada. Temos medo do que ele possa fazer com a gente. Temos medo do banco fechar nossa conta. Temos medo dos contratos que assinamos, temos medo de que o dinheiro suma. Temos vergonha de pedir informação, principalmente se estamos precisando de dinheiro.

    Basicamente, temos muito medo do que não entendemos.

    Além disso, não gostamos do ambiente de banco, devido a burocracia, do medo de assaltos, da sensação de insegurança. Os sites de alguns bancos não fornecem nenhuma informação relevante para a melhor tomada de decisão do cliente.

    Por consequência, temos um contexto perfeito para o não entendimento dos produtos e serviços bancários e muito medo dessas coisas que não entendemos.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Por que acreditamos que não sabemos nada sobre os bancos e seus produtos?

    Não entendemos nada porque nunca nos foi explicado como funciona um banco, os produtos, os impostos. Na escola não existe um curso que ensine o básico de finanças pessoais e de produtos bancários.

    Então, tentamos procurar informações na internet, no Google, com consultores financeiros, para tentar entender o mundo das finanças.

    Mas sabe o que acontece?

    -Os bancos dão pouca informação

    -A maioria dos consultores financeiros entendem muito pouco do assunto.

    -As informações são confusas.

    -Ninguém fornece uma visão geral e completa

    -As pessoas sabem na teoria e nada na prática

    -Consultores que não entendem nada de cálculos

    None