Foto de Rock
Rock Rubi

+ Análise

Desobediência de Davi em numerar o exército. 1Crônicas 21, 2 Samuel 24

Segundo a Bíblia, Deus havia falado com Moisés em numerar o povo duas vezes para saber a quantidade de homens que poderiam lutar na guerra. Deviam ser homens acima de 20 anos de idade e devia-se indicar quantas pessoas eram de cada tribo e família. Moisés seguiu as instruções de Deus e fez o censo do povo.

Números 1

1 No primeiro dia do segundo mês do segundo ano depois dos israelitas terem deixado o Egito, o Senhor deu as seguintes instruções a Moisés, que se encontrava nessa ocasião na tenda do encontro, enquanto Israel estava acampado no deserto de Sinai:

2 Faz um recenseamento de todos os homens israelitas,

3-5 a partir da idade de 20 anos, que sejam aptos para combater; indica também a tribo e a família de cada um.

Números 26

1 Depois de ter passado a praga, o Senhor disse a Moisés e a Eleazar, filho de Aarão, o sacerdote: 

2 Recenseia todos os homens de Israel, de 20 anos para cima, para se saber com quantas pessoas de cada tribo e família se poderá contar para a guerra.”

 3-4 Moisés e Eleazar instruíram os chefes de Israel nesse sentido. Toda a nação estava acampada nas planícies de Moabe, nas margens do rio Jordão, em frente de Jericó.

Davi fez a mesma coisa que Moisés e mandou numerar os homens que podiam pegar armas para a guerra. O censo durou 9 meses e 20 dias e foi contado 1 milhão e cem mil homens em Israel e quatrocentos e setenta mil homens em Judá.

Mas desta vez foi um pecado e Deus falou para Davi escolher entre 3 castigos:

- Três anos de fome.

- Três meses da espada do inimigo.

- Três dias da espada de Deus, isto é, uma peste na terra e o anjo do Senhor destruam todos os termos de Israel.

Davi escolheu a terceira opção, ou seja, cair nas mãos de Deus, porque Deus é misericordioso. 

O Senhor mandou a peste e 70 mil homens morreram. E o anjo destruiu Jerusalém.

Foi um castigo severo por apenas ter numerado o povo. A grande questão que fica é: Por que Moisés fez duas vezes e não eram pecados e Davi fez uma vez e foi pecado?

A resposta é simples. No caso de Moisés foi realmente Deus quem mandou. No caso de Davi, não foi Deus, foi Satanás quem incitou. 

1Crônicas21 Então, Satanás se levantou contra Israel e incitou Davi a numerar a Israel.

Outro ponto que pode confundir é a contradição em 2Samuel 24, porque diz: "E a ira do Senhor se tornou a acender contra Israel, e ele incitou a Davi contra eles, dizendo Vai e numera a Israel e a Judá." Mas em Samuel, mostra-se a permissão de Deus para Satanás afligir a Davi como aconteceu também com Jó. Essa permissão foi devido aos pecados de Israel, por isso fala-se na ira do Senhor.

Não se sabe efetivamente o que passava no coração de Davi, todavia podemos ter as seguintes suposições: Davi queria saber a quantidade de homens do seu exército para apaziguar sua angústia e medo frente a uma guerra ou representava um certo orgulho em saber o poderio das suas forças. Mas em ambas mostra a não confiança na glória, no poder e na justiça de Deus.

Provérbios 9:10 diz que “O temor ao Senhor é o princípio da Sabedoria. Por isso, os grandes nomes da Bíblia sempre obedeciam a Deus. Porém nesse caso da numeração do povo, a mensagem é saber distinguir se é Deus ou de Satanás. 

A santificação, oração e jejum garantem que a comunicação com Deus seja fluída. Porém, o pecado pode incitar mais pecados e não ouvimos mais a voz de Deus, o que está claramente em Isaías 59:1-2.

"Certamente a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem surdo o seu ouvido, para que não possa ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça."

A Rock fez uma série de Posts sobre desobediência no intuito de mostrar que justamente que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria. Deus é como um pai e quer o melhor para os filhos e Ele sabe qual é o melhor caminho. Seguindo os seus caminhos evitamos muitos problemas. 

Similarmente, um pai pode falar para o filho não colocar o dedo da tomada, não pular da escada / janela e não sair correndo na frente dos carros. O pai passa a sabedoria para o filho não se machucar. 

A vida financeira segue o mesmo princípio, porque Deus sabe o que melhor para cada um e vai direcionar no melhor caminho.

Numeração do Exército

Numeração do Exército

  • Foto de zillner
    zillner

    Davi descumpriu o mandamento dado a Moisés:

    12 "Quando você fizer o recenseamento dos israelitas, cada um deles terá que pagar ao Senhor um preço pelo resgate por sua vida quando for contado. Dessa forma nenhuma praga virá sobre eles quando você os contar.

    13 Cada recenseado contribuirá com seis gramas, com base no peso padrão do santuário, que tem doze gramas. As seis gramas são uma oferta ao Senhor.

    14 Todos os alistados, da idade de vinte anos para cima, darão ao Senhor essa oferta.

    15 Os ricos não contribuirão com mais, nem os pobres darão menos que seis gramas, quando apresentarem a oferta ao Senhor como propiciação por suas vidas.

    16 Receba dos israelitas o preço da propiciação e use-o para o serviço da Tenda do Encontro. Será um memorial perante o Senhor em favor dos israelitas, para fazerem propiciação por suas vidas".


    Êxodo 30:12-16

    • Foto de zillner
      zillner

      A oferta era um valor bem baixo, simbólico, mas tem um significado implícito, pois, era a metade da medida padrão do santuário, mostrando que um israelita era parte de uma unidade, ele sozinho simbolizava metade.

      +
    • Foto de zillner
      zillner

      No contexto geral, o censo de uma nação deve ser feito com a noção de unidade e de importância. O rico e o pobre devem ter o mesmo valor, e cada um é parte do todo. Caso contrário o governante pode tomar decisões erradas, priorizando uns e desprezando outros.

      +
    +