Espaço Rock

Um Espaço que mostra o que afeta sua Vida Financeira:

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    7 regras para ser rico

    Sabedoria diz que você deve seguir 7 regras para se tornar financeiramente rico:

    1º Regra: Tenha um objetivo, tenha um plano e execute esse plano  

    2º Regra: Gaste menos do que você ganha. Invista a diferença.

    3º Regra: Ganhe mais e invista a diferença

    4º Regra: Reduza taxas e impostos

    5º Regra: Obtenha melhores retornos

    6º Regra: Mude seu estilo de vida

    7º Regra: Não jogue. Não aposte sua casa

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Juntar aos poucos: Provérbios 13:11

    Provérbios 13:11. O dinheiro ganho com desonestidade diminuirá, mas quem o ajunta aos poucos terá cada vez mais. A sabedoria da riqueza vem de investir mesmo que seja pouco, de maneira consistente e durante muitos anos.

    Se investirmos R$ 500 por mês dos 20 aos 65 anos de idade,com juros de 10% ao ano, teremos R$ 3 milhões e R$ 517 mil reais, descontados imposto de renda e taxa de custódia de 0,3% ao ano.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Raiz de todos os males. 1Timóteo 6

    Segundo 1Timóteo 6:10 - "Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores". No versículo 17 está escrito: "Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas no Deus vivo, que abundantemente nos dá todas as coisas para dela gozarmos. Que façam o bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis".

    Sem dúvida, existe um grande risco do amor ao dinheiro e isso desviar de Deus. Portanto, o dinheiro é apenas um meio e temos que ter a sabedoria de utiliza-lo de maneira construtiva. A arte de usar o dinheiro para que faça o bem e não o mal.

    Então, para que serve o dinheiro? Como a própria bíblia diz: para fazer o bem, para fazer a boa obra e para repartir.  E sejam comunicáveis, porque podem trazer bençãos para muitas pessoas que precisam. 

    O dinheiro em si é neutro, não é bom e nem mau, apenas uma ferramenta, mas o amor ao dinheiro que é um grande problema.  Mas se ele é bem utilizado, pode trazer muitas bençãos e libertações para as pessoas. Por isso, o importante é ter muita sabedoria na questão do dinheiro.

     

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Tesouro Direto Selic: Parece, mas não é verdade

    Muita gente fica assustada quando olha a taxa do Tesouro Direto Selic no site do próprio Tesouro. 'As vezes a taxa é de 0,05% e outras é negativa em -0,02%.

    Muita gente pensa que só vai render 0,05% ou vai perder -0,02%. Parece isso, mas não é verdade.O Tesouro na verdade mostra um ágio ou deságio da taxa Selic. Ou seja, a taxa é a soma da taxa de juros Selic + 0,05% ou menos 0,02%. Nada mais que isso.

    Em agosto de 2017, a taxa selic estava em 9,0%, portanto a rentabilidade seria a soma de 9% mais 0,05%, então temos 9,05% ao ano. No outro exemplo, seria -0,02% +9%, logo rentabilidade de 8,98%.

    Tesouro Direto Selic é um ótimo investimento sem risco de flutuações de preço e pode ser resgatado a qualquer momento.

     

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    PGBL e VGBL. Taxa de carregamento regressiva

    O cálculo da taxa de carregamento dos PGBL e VGBL tem evoluído ao longo dos anos. Ainda bem que essa evolução é no bom sentido. As taxas de carregamento tem caído.Alguns bancos começam a fazer taxa de carregamento regressiva baseado em quanto tempo o dinheiro fica investido no  Plano de Previdência. Com isso, a taxa de carregamento incide no resgate e não no começo da operação.

    Mas de qualquer forma, pagar taxa de carregamento continua sendo um abuso. Tem taxas de 4%, 3%, 2%. Mesmo taxas de 0,5% não fazem sentido, porque já ganham muito dinheiro com a taxa de administração.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Fundo Cambial vale a pena?

    Como o próprio nome diz, o fundo cambial tem como referência de rentabilidade a taxa de câmbio. Normalmente existe também a remuneração da taxa de juros em dólar, que é bastante baixa. Muita gente que investiu R$ 10 mil em fundo cambial e depois de 3 anos tem R$ 11 mil, pensa que foi um bom negócio, porque ganhou R$ 1 mil.

    A verdade é que temos que comparar com um investimento sem risco como um Tesouro Direto Selic ou CDB-DI. Se no período de 3 anos o CDI subiu 33%, teriamos R$ 13,3 mil se estivesse nestes produtos. Então, deixamos de ganhar R$ 2,3 mil.

    Então a mensagem é que temos sempre que comparar a possível rentabilidade do fundo cambial com um produto sem risco.

    Outro problema é o risco do fundo cambial. Se o dólar subir você poderá ganhar mais que os juros do CDI. Mas se o dólar cair, você perderá o principal e deixará de ganhar juros.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    2 sacadas sobre o risco da capitalização

    A primeira sacada é que o título de capitalização não tem garantia do FGC até R$ 250 mil. Ou seja, se a empresa quebrar, perde-se todo o dinheiro.A segunda sacada é existe um risco pela má administração dos recursos da capitalização.

    Mas de maneira geral existe uma boa regulação sobre o setor feita pela SUSEP, o que reduz os riscos. Mas é sempre bom consultar as empresas no site da SUSEP.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Poupança é tudo igual?

    Sim, as poupanças são todas iguais, porque são reguladas pelo Banco Central do Brasil. Você não consegue negociar nada e o produto é igual em todos os bancos.

    A rentabilidade também é igual em todos os bancos. 

    Dizem que "japonês é tudo igual", mas se você olhar mais de perto vai perceber que existem diferenças. No caso da poupança é igual mesmo.

    Para os outros produtos de investimentos como CDB, Fundos de Investimento, Tesouro Direto, existe a possibilidade de negociar as remunerações e taxas de administração.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Um surpreendente fato sobre a Poupança

    Lembre-se que a poupança rende 0,5% ao mês + TR ou 6,17% ao ano + TR. Você sabe como funciona e como se calcula a TR, a taxa referencial? Todo mundo pensa que a poupança é simples! Mas será que é isso mesmo?

    Sabia que a TR rendeu 2,01% em 2016 e em 2013 rendeu 0,19%?

    Sabia que a expectativa é que essa taxa fique próxima de zero com a queda de juros em 2018?

    Mas vamos explicar, o que é a TR.  A TR é mais uma das taxas de juros da economia brasileira.

    A TR é calculada com base na rentabilidade média dos CDB/RDB de prazo de 30 a 35 dias corridos, emitidos por uma amostra composta pelas 30 instituições financeiras com maior volume de captação desses papéis. Sobre essa média, intitulada TBF, aplica-se um redutor "R", como detalhado a seguir:

                TR = 100 {[(1 + TBF/100)/R] - 1}

                R = 1,005 + b.TBF/100

    Complicado demais. Depois, dizem que a poupança é simples de entender.

    None
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Garantia de R$ 250 mil do CDB funciona na prática?

    Muitas pessoas perguntam se a garantia de R$ 250 mil reais realmente funciona na prática. Já tivemos quebra do Banco Santos, do Banco Oboé, do Banco Cruzeiro do Sul, do Banco Prosper e do Banco Morada.

    Em todos os casos, o FGC pagou todas as pessoas que tinham a garantia em um prazo relativamente curto.

    Então a garantia de R$ 250 mil realmente funciona. Lembrando que antes de 2012 a garantia era de R$ 70 mil. Sim, algumas pessoas perderam dinheiro, por exemplo, com a quebra do banco Cruzeiro do Sul. Exemplo: uma pessoa que tinha aplicado R$ 200 mil e a garantia só cobria R$ 70 mil na época.

    Importante saber que vale por CPF e por banco e a garantia vale para a soma dos produtos CDB, Depósito a vista, LCI, LCA, compromissadas de debentures.

    None