Espaço Rock

Um Espaço que mostra o que afeta sua Vida Financeira:

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Enquete

    Qual a maior razão das pessoas ficarem endividadas?

    Votem naquilo que mais contribui para as pessoas contraírem dívidas.

    • 26 0
      26 pontos
      Querer impressionar os outros

      Querer impressionar os outros

    • 21 0
      21 pontos
      Abusar do crédito

      Abusar do crédito

    • 21 -1
      20 pontos
      Falta de objetivos financeiros

      Falta de objetivos financeiros

    • 20 -2
      18 pontos
      Ter hábitos negativos

      Ter hábitos negativos

    • 15 0
      15 pontos
      Tentar se igualar aos outros

      Tentar se igualar aos outros

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Redução da dívida em até 95%.

    Devido a crise do Covid-19, as áreas de cobrança dos bancos aumentaram os descontos das dívidas em até 95%.

    Além disso, elas também incrementaram o prazo de carência para os pagamentos de 30 para 60 dias.

    Portanto, se você tem uma dívida antiga, é um bom momento para renegociar e ter um grande desconto. No entanto, avalie sua situação financeira para os próximos 12 meses para que a renegociação não prejudique suas finanças.

    Vale lembrar que em 5 anos ocorre a prescrição da cobrança da dívida e também a retirada de restrição de crédito do Serasa/SPC.

    Quando a dívida é renegociada, esse prazo recomeça, sendo novamente contado do zero.

    Oportunidade na Tempestade Foto: 500px

    Oportunidade na Tempestade

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Enquete

    O que mais motiva um casal de noivos a se sentirem prontos para casar?

    Escolham o motivo determinante para que o casal tenha segurança em avançar para um casamento.

    • 23 0
      23 pontos
      Afinidades entre os noivos

      Afinidades entre os noivos

    • 10 0
      10 pontos
      Independência financeira de ambos

      Independência financeira de ambos

    • 6 0
      6 pontos
      Ter a casa própria

      Ter a casa própria

    • 2 -2
      0 ponto
      Ter automóvel

      Ter automóvel

    • 0 -3
      -3 pontos
      Independência financeira de apenas um

      Independência financeira de apenas um

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Melhor vender em um marketplace ou ter um site próprio?

    O marketplace é uma plataforma, mediada por uma empresa, em que reúne várias lojas de vendas, ou seja, vários fornecedores se inscrevem e vendem seus produtos através de um site. O marketplace funciona como um shopping online, quer dizer, o usuário dispõe de diferentes lojas e produtos para escolher, comparar e comprar.

    O marketplace apresenta vantagens e desvantagens que mostraremos na matriz abaixo:

    a) Vantagens do marketplace:

    -Sistema testado;

    -Segurança;

    -Estabilidade;

    -Sistema de pagamento;

    -Logística;

    -Confiança.

    b) Desvantagens do marketplace:

    -Comissão entre 8% a 30%;

    -Reféns de ofertas;

    -Ficar fora da lista da primeira página de pesquisa;

    -Reduzir preços dos produtos;

    -Sem diferenciação entre produtos.

    Vamos contar a história da Toy R Us, que tinha 1.500 lojas de brinquedos nos EUA e no mundo. Ela faturava cerca de R$ 60 bilhões por ano. 

    Para acelerar as vendas entrou em um marketplace, no qual fez acordo com a Amazon. Assim, o site da Toy R Us era direcionado para o site da Amazon, o que fez as vendas dispararem em um primeiro momento. 

    Contudo, depois a Toy R Us descobriu que era necessário ter um próprio site de vendas, porém, foi tarde demais.

    Isso porque as pessoas não pesquisavam mais os brinquedos diretamente no site da Toy R Us, mas no site da Amazon. Os seus produtos haviam perdido a relevância com a concorrência entre as lojas daquele marketplace.

    A Toy R Us faliu em 2017. 

    Portanto, no marketplace podem haver vantagens que, à princípio parece ser um bom negócio. Porém, as desvantagens podem ser muito maiores, uma vez que quando um produto é colocado em uma lista de vários outros produtos, perde-se a capacidade de diferenciá-los, de criar campanhas e promoções para vender tal produto em detrimento de outros já que não é a própria empresa quem administra as vendas.

    Cuidado para não ser tarde demais Foto: 500px

    Cuidado para não ser tarde demais

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    107 mil novos e-commerce criados em dois meses

    O Covid-19, acelerou o processo de digitalização das empresas no Brasil e no mundo. No Brasil, em apenas 2 meses foram criados 107 mil novos e-commerce, principalmente, de pequenos e médios varejistas.

    No entanto, muitas lojas virtuais apresentaram falhas, instabilidades e problemas na entrega de infraestrutura.

    Em consequência, houve muitas reclamações de varejistas e empresários contra as plataformas de criação de sites e e-commerce.

    O mundo da internet traz muitas oportunidades, mas ainda precisa evoluir muito no quesito de:

    - lojas virtuais;

    -segurança de dados;

    -sistema de pagamentos integrados;

    -logística;

    -comunicação;

    -relacionamento com o cliente.

    Falta evolução no e-commerce Foto: 500px

    Falta evolução no e-commerce

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Poupança: Captação recorde.

    No mês de maio de 2020, o produto Poupança apresentou captação de R$ 37,2 bilhões. Em abril de 2020, o volume captado foi de R$ 30,5 bilhões. No acumulado do ano de 2020, a poupança soma R$ 63,9 bilhões. Em 2019, o volume captado foi de apenas R$ 718 milhões.

    Esse parece ser um movimento por busca de segurança e liquidez, devido às oscilações e perdas na Bolsa de Valores, Fundos Multimercados, Fundos de Ações, Tesouro Direto IPCA e Pré-fixado.

    No entanto, existem produtos melhores como:

    -CDB com liquidez com taxas acima de 100% do CDI;

    -LCI com taxas acima de 80% do CDI com carência de 3 meses.


    Simule e compare os produtos de investimentos em:

    https://rock.com.br/simuladores/investimentos/


    O CDB e LCI tem a mesma garantia do FGC de R$ 250 mil por CPF e instituição financeira, limitado à R$ 1 milhão no total.

    Além disso, temos Tesouro Direto Selic e fundos tesouro Selic com taxa de administração zero.

    O Tesouro Selic tem liquidez diária e sem risco de mudanças na Selic.

    Outros Investimentos Foto: 500px

    Outros Investimentos

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Cadastro Positivo no modelo "Opt Out"

    O Brasil mudou o modelo de cadastro positivo de "opt in" para "opt out" em 2019.

    Antes, no modelo de "opt in", era necessário solicitar a inclusão dos dados no cadastro positivo. Porém, houve adesão de apenas 10% dos brasileiros. 

    Desta forma, editou-se a Lei Complementar 166/19 para o modelo de "opt out", isso quer dizer que todos estão no cadastro positivo e que, aqueles que não quiserem ter seus dados ali inseridos, devem solicitar a exclusão dos dados.

    As seguintes empresas devem disponibilizar dados para o cadastro positivo:

    -Instituições financeiras (dados de pagamento das parcelas de crédito, cartão de crédito, consórcio e outros);

    -Empresas de telecomunicações;

    -Empresas de varejo;

    -Empresas de gás, água e energia elétrica.

    Todos no Cadastro Positivo Foto: 500px

    Todos no Cadastro Positivo

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Enquete

    O que mais atrai a mulher a comprar?

    Votem naquilo que mais motiva a mulher a comprar.

    • 13 0
      13 pontos
      Promoções

      Promoções

    • 9 -1
      8 pontos
      Qualidade do produto ou serviço

      Qualidade do produto ou serviço

    • 8 0
      8 pontos
      Beleza dos produtos

      Beleza dos produtos

    • 8 0
      8 pontos
      Pagamento facilitado

      Pagamento facilitado

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Já conhece o cartório digital: e-notariado?

    O Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF), que reúne todos os notários do País, criou um sistema que integra diversos serviços de tabeliães de notas do país, garantindo segurança jurídica e praticidade em todo o Brasil: o e-notariado.

    Apesar de ter sido lançado desde abril de 2019, o sistema ainda estava em fase de implantação, credenciamento dos tabelionatos e transformação destas em Autoridades Certificadoras.

    O e-notariado veio a ser implementado agora, através do Provimento n. 100, de 26 de maio de 2020, o qual dispôs sobre a prática de atos notariais eletrônicos disponibilizados pelo sistema e criou a Matrícula Notarial Eletrônica-MNE, entre outros.

    Assim, com o Provimento, a Corregedoria Nacional de Justiça estabeleceu regras de alcance nacional com o escopo de disciplinar a realização de atos notariais eletrônicos por todos os tabelionatos de notas do país.

    Com o objetivo de garantir a segurança das operações, somente quem tiver o certificado digital poderá realizar as transações online.

    Para obter o certificado, cuja validade é de três anos, basta ir à um tabelionato de notas credenciado de sua preferência, que fará sua identificação presencial.

    A plataforma já oferece alguns serviços:

    - Emissão de atas notariais;

    - Validação de firma digital;

    - Assinatura de atos notariais e documentos particulares;

    - Autenticação de documentos, vídeos, fotos ou arquivos em geral.

    Em breve, outros serviços serão oferecidos:

    - Assinatura digital de contratos de compra e venda e contratos de aluguel;

    - Escritura simples;

    - Autorização de viagem para menores.

    Assim, o novo sistema veio facilitar e aperfeiçoar os serviços notariais, cujos procedimentos, que antes eram oferecidos somente no balcão dos tabelionatos, podem ser realizados de maneira digital, rápida e segura, com a mesma confiabilidade, credibilidade e segurança jurídica de seus atos.

    Tecnologia no cartório Foto: 500px

    Tecnologia no cartório

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Facebook Shops: Vendas Online

    O Facebook lançou o Facebook Shops que permitirá a criação de vitrines digitais para venda de produtos no Facebook e no Instagram.

    Mark Zuckerberg quer aproveitar o aumento expressivo de vendas online para concorrer com a Amazon e Ebay.

    O Shops permitirá a navegação pelos produtos, enviar mensagens e fechar a compra de produtos.

    No futuro, o Shops também poderia ser utilizado para hospedar serviços de entrega de comidas e restaurantes.

    Além disso, o Instagram lançou um sistema de pagamento online nos Estados Unidos.

    Conclusão: Será mais um canal para as pequenas e médias empresas venderem seus produtos online.

    Novos horizontes Foto: 500px

    Novos horizontes

    • Foto de Ivo Barbosa
      Ivo Barbosa

      Que legal! Ótima oportunidade para os novos empreendedores.

      +