Espaço Rock

Um Espaço que mostra o que afeta sua Vida Financeira:

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    C6 Bank é o pior banco do último trimestre. Veja o porquê

    No ano passado, o C6 Bank ocupou o terceiro lugar como pior banco no Ranking Rock de 2020.

    O C6 Bank aumentou em 4.982.658 seu número de clientes desde janeiro/2021, fazendo com que, no último trimestre, estivesse entre os 10 maiores bancos.

    Porém, apesar de ter diminuído o seu índice de reclamações desde o início deste ano, isso não impediu que, no último trimestre, estivesse em 1º lugar com maior índice de reclamação: 149,45.

    No entanto, analisando os tipos de reclamações dos rankings do Banco Central, é possível perceber que o C6 Bank, que possui diversos problemas quanto ao crédito consignado, tem melhorado nesse quesito.

    Isso porque em 2020 foi o banco que mais teve irregularidades referente à oferta ou prestação de informação sobre crédito consignado de forma inadequada, com 6.044 ocorrências reguladas procedentes. Neste ano de 2021, apesar de ter diminuído o número de reclamações, no primeiro (4.217) e segundo (2.111) trimestre foi líder em reclamações sobre crédito consignado. No último trimestre, também diminui o número de reclamações sobre consignado (392), caindo para o 2º lugar.

    Quanto aos serviços relacionados a operações de crédito, o C6 BANK que estava em primeiro lugar com o maior número de reclamações (838), no primeiro trimestre, caiu para o quinto lugar, com 137 reclamações no segundo trimestre, e no terceiro trimestre caiu para o 13º lugar, com 26 reclamações.

    Ainda sobre o tipo de reclamação, o C6 Bank ocupou o ranking em:

    1º lugar:

    - Pix – liquidação;

    - Insatisfação com a resposta recebida da instituição financeira referente à reclamação registrada no BC;

    - Insatisfação com a resposta recebida da instituição financeira referente à reclamação registrada no BCB;

    - Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados ao serviço de credenciadora de cartões;

    - Integridade, confiabilidade, segurança, sigilo e legitimidade das operações e serviços - conta de pagamento pré-paga;

    - Irregularidades relacionadas à liquidação de documentos (exceto cheques);

    - Irregularidades relacionadas ao acompanhamento de conta;

    - Irregularidades no processo de encerramento de conta de pagamento;

    - Utilização incorreta da taxa de desconto no cálculo do valor presente relacionadas às demais operações de crédito, exceto as de crédito consignado e de financiamento imobiliário;

    - Cobrança irregular de tarifa pela prestação de serviços de credenciadora de cartões;

    - Irregularidades relacionadas ao atendimento da Ouvidoria;

    - Débito em conta de pagamento pré-paga não autorizado pelo cliente, ou não cumprimento das regras aplicáveis.

    2º lugar:

    - Pix - iniciação

    - Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking, ATM, credenciadora e operação de crédito;

    - Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços disponibilizados em internet banking;

    - Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de débito;

    - Irregularidades no processo de encerramento de conta de depósitos à vista;

    - Descumprimento de prazo de resposta da reclamação registrada no BC;

    - Utilização incorreta da taxa de desconto no cálculo do valor presente relacionadas às operações de crédito consignado;

    - Irregularidades relacionadas ao acompanhamento de conta de pagamento;

    - Outras irregularidades.

    3º lugar:

    - Pix - experiência do usuário;

    - Cancelamento de contrato a pedido do cliente não atendido;

    - Irregularidades relacionadas ao fornecimento de documento para liquidação antecipada de operações de crédito;

    - Cobrança irregular de tarifa relacionada ao cartão de crédito;

    - Abertura de conta de pagamento sem documentação necessária ou com documentação falsa;

    - Oferta ou prestação de informação sobre o serviço de credenciadora de cartão de forma inadequada.

    Portanto, apesar de ter melhorado o seu índice de reclamações e o número delas sobre crédito consignado e operações de crédito, ainda foi o banco com maior número de reclamações do último trimestre.

    Clientes insatisfeitos Foto: shutterstock

    Clientes insatisfeitos

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Cartão de crédito volta a ser líder em reclamações

    De acordo com uma pesquisa do SPC, 52 milhões de brasileiros usam o cartão de crédito como forma de pagamento, sendo uma das principais modalidades de pagamento usadas pelos consumidores não só no país, mas em todo o mundo.

    E, devido ao grande uso do cartão de crédito, são constantes as reclamações sobre as irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito. Ou seja, envolve situações como:

    - Cobrança em fatura que deveria ser estornada;

    - Cobrança indevida em fatura;

    - Compras não reconhecidas feitas com cartão de crédito clonado/roubado;

    - Cobranças em duplicidade;

    - Não reconhecimento de pagamento de fatura;

    - Inconsistências em dados fornecidos ao cliente em fatura (ex: soma dos lançamentos é diferente do total da fatura).

    Em 2020, os serviços sobre cartão de crédito foram líder em reclamações no primeiro e segundo trimestre. Após, caiu para o 3º lugar no terceiro e quarto trimestre de 2020.

    Já neste ano, caiu para o 4º lugar no primeiro trimestre. Contudo, no segundo trimestre subiu para o 3º lugar e, no último trimestre, saltou para o 1º lugar no ranking das reclamações mais frequentes por assunto divulgado pelo Banco Central.

    Os bancos com mais reclamações envolvendo cartão de crédito no último trimestre, foram:

    1º SANTANDER

    2º ITAU

    3º BRADESCO

     

    Se você tem dívidas no cartão de crédito e quer saber estratégias para sair delas, veja a resposta da Rock sobre a pergunta feita na COMUNIDADE ROCK: “Como sair da dívida do cartão de crédito?”: https://rock.com.br/comunidade/como-sair-da-divida-do-cartao-de-credito/

    Maior número de reclamações Foto: shutterstock

    Maior número de reclamações

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Nubank sai do índice zero de reclamações

    O Nubank aumentou o seu número de clientes significativamente desde o início de 2021. O aumento foi de 8.492.952 clientes. No primeiro trimestre estava com 13.774.766, no segundo com 17.916.854 e no terceiro com 22.267.718.

    Todo trimestre o Banco Central divulga o ranking de reclamações dos bancos e, até então o Nubank tinha apresentado índice zero de reclamação, tanto no primeiro como no segundo trimestre.

    Já no terceiro trimestre, o Nubank saiu do índice zero indo para o índice 0,13.

    O Nubank teve o total de 38 reclamações: 3 reclamações reguladas procedentes, 18 Reclamações reguladas - outras, 17 reclamações não reguladas.

    Mas para estabelecer o índice do ranking, o Banco Central considera as reclamações reguladas procedentes que, no caso do Nubank, foram 3 reclamações:

    1-   Insatisfação com a resposta recebida da instituição financeira referente à reclamação registrada no BCB:

    Para os casos de insatisfação com a resposta (incompleta ou incorreta) recebia da instituição financeira à reclamação registrada no BC.

    2-   Irregularidades relacionadas ao fornecimento de documento para liquidação antecipada de operações de crédito:

    Para os casos envolvendo o não fornecimento ao cliente de coletos ou outro documento que viabilize a liquidação antecipada de operações de crédito.

    3-   Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade dos serviços relacionados a operações de crédito:

    Para os casos que envolve:

    - Atraso na liberação do crédito;

    - Cobrança de parcela já quitada;

    - Cobrança em duplicidade;

    - Demora para devolver parcela cobrada indevidamente;

    - Divergência no valor ou na quantidade de parcelas.

    Conclusão: O número de reclamações procedentes pode ser bem pequeno em relação ao número de clientes que o Nubank tem, mas é preciso considerar que, quem estava mantendo o índice zero até agora, está começando a ter mais reclamações. Assim, seus clientes devem estar mais atentos.

    Roxinho tendo reclamações Foto: 500px

    Roxinho tendo reclamações

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Notícia

    Bancos e Financeiras com mais reclamações no 3º trimestre de 2021

    O Banco Central divulgou o Ranking de Reclamação dos Bancos e Financeiras do 3º trimestre de 2021.

    Os índices do ranking são baseados pelo número de reclamações reguladas procedentes versus o número de clientes.

     

    - Dentre as maiores instituições financeiras, estão com os maiores índices de reclamações:

    1º C6 BANK - 149,45

    2º BTG PACTUAL/BANCO PAN - 65,83

    3º INTER - 55,99

    4º BRADESCO - 36,03

    5º SANTANDER - 29,19

    6º CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - 22,36

    7º BB - 16,79

    8º ITAU - 15,05

    9º VOTORANTIM - 13,90

    10º NUBANK - 0,13

     

    - Dentre as demais instituições financeiras:

    1º PARATI - CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A. - 14.015,05

    2º MASTER - 2.055,01

    3º FACTA FINANCEIRA S.A. - CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO - 458,43

    4º BANCO DIGIMAIS S.A. - 258,94

    5º DAYCOVAL - 255,32

    6º PARANÁ BANCO - 193,45

    7º BANCO XP - 138,80

    8º BNP PARIBAS - 125,22

    9º MERCANTIL DO BRASIL - 122,14

    10º BMG - 106,63

     

    - Principais reclamações e sua quantidade de ocorrência:

    1º Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito - 2.135:

    1.      SANTANDER - 231

    2.      ITAU - 225

    3.      BRADESCO - 210

    2º Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade dos serviços relacionados a operações de crédito – 2.153:

    1.      CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - 566

    2.      BRADESCO - 311

    3.      SANTANDER - 269

    3º Oferta ou prestação de informação sobre crédito consignado de forma inadequada – 2.095:

    1.      BRADESCO - 633

    2.      C6 BANK - 392

    3.      MERCANTIL DO BRASIL - 242

     

    Para visualizar todos os rankings do 3º trimestre, acesse: https://www.bcb.gov.br/estabilidadefinanceira/rankingreclamacoes

    Piores bancos do último trimestre Foto: shutterstock

    Piores bancos do último trimestre

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Notícia

    Brasil registrou recorde em abertura de empresas. Você também pode empreender!

    Foram 1,4 milhão de novos negócios abertos no país no 2º quadrimestre deste ano, que fizeram o Brasil alcançar o recorde de abertura de empresas em apenas quatro meses, segundo Boletim do Mapa de Empresas, do Ministério da Economia.

    Houve o aumento de 26.5% em relação ao mesmo período de 2020 e de 1,9% em relação ao 1º quadrimestre deste ano.

    O Norte foi a região que mais registrou aberturas de empresas no período, com quatro de seus Estados entre os cinco primeiros no ranking: Acre, Amapá, Rondônia, Alagoas e Roraima. O líder do ranking, Acre, teve um aumento de 26,6% em relação ao 1º quadrimestre deste ano e o aumento de 41,7% em relação ao mesmo período de 2020.

    Os setores que mais se destacaram foram:

    -Comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios: 82.943 novas empresas abertas;

    -Promoção de vendas: 67.888;

    -Cabeleireiros, manicure e pedicure: 46.137;

    -Obras de alvenaria: 45.957.

    Um dos motivos para o crescente número, é a agilidade, a simplicidade e a desburocratização de vários procedimentos através da digitalização dos serviços, assinatura eletrônica, obtenção de documentos através da internet etc.

    Dessa forma, é possível que você também possa empreender. Se já empreende ou não, é preciso saber não desperdiçar seu dinheiro, seu tempo e seu trabalho. Isso com certeza vale ouro, até porque tempo é dinheiro!

    Você pode utilizar nossos SIMULADORES para te auxiliar.

    - Para saber o valor do seu trabalho: https://rock.com.br/simuladores/valor-do-trabalho/

    - Para saber custas do negócio: https://rock.com.br/simuladores/empreendedorismo-trabalhista/

    Utilize nossos simuladores Foto: 500px

    Utilize nossos simuladores

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Poupança versus Tesouro Selic

    A poupança é dos produtos mais conhecidos dos brasileiros. Mas ao mesmo tempo, poucas pessoas realmente entendem perfeitamente como o produto funciona.

    As principais características da poupança são:

    Primeiro: A facilidade de investir.

    Segundo: A facilidade de resgatar e possibilidade de resgatar a qualquer momento.

    Terceiro: Rentabilidade de TR + 0,5% ao mês, ou TR + 6,17% ao ano quando depósitos realizados até 03.05.2012. Para os depósitos realizados depois de 03.05.2012, vale:

    a) Se a selic está acima de 8,5% ao ano: Rende TR + 0,5% ao mês.

    b) Se a selic está abaixo de 8,5% ao ano: Renda 70% da Selic + TR.

    A TR é conhecida como Taxa Referencial, cujo valor varia de acordo com a taxa de juros. 

    Quarto: Tem a garantia do Fundo Garantidor de Créditos até R$ 250 mil. Lembrando que a garantia vale para cada CPF e banco e para a soma dos produtos como depósitos à vista, CDB, poupança, LCI, LCA e compromissadas de debentures.

    Quinto: A poupança não tem Imposto de Renda.

    No entanto, hoje existem produtos melhores que a poupança como o Tesouro Selic com as seguintes características:

    a) Facilidade de investir;

    b) Rentabilidade de quase 100% da Selic;

    c) Mesmo com a incidência do Imposto de Renda, vai render mais que a poupança;

    d) Liquidez diária como a poupança;

    e) Rentabilidade diária. Enquanto que a poupança rende a cada 30 dias.

    Você pode comparar a poupança com Tesouro Selic nos simuladores da Rock. Importante mencionar que a nomenclatura "Poupança Nova" se refere à poupança com nova regra, enquanto que, a nomenclatura "Poupança", se refere aos investimentos realizados no produto até 03 de maio de 2012.

    https://rock.com.br/simuladores/investimentos/

    Veja a grande diferença de rentabilidade entre Poupança Nova e Tesouro Selic.

    Tesouro Selic x Poupança Foto: 500px

    Tesouro Selic x Poupança

    • Foto de Ivo Barbosa
      Ivo Barbosa

      Informações valiosas.

      +
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Armadilhas dos títulos de capitalização

    Os títulos de capitalização distribuem alguns prêmios. A grande maioria nunca ganhará um prêmio, porque as probabilidades são muito baixas.

    Adicionalmente, os títulos de capitalização possuem multas por atraso, suspensão, cancelamento, prazos de carência e baixa remuneração.

    1) Multas por atraso, Suspensão, Cancelamento

    Quando a pessoa opta pelo pagamento mensal do título de capitalização, tem que tomar muito cuidado com as multas caso não ocorra o pagamento ou atraso no pagamento.

    Alguns títulos colocam multa moratória, atualização monetária e juros para pagamentos após a data de vencimento.

    Outros colocam multa somente atualização monetária e juros. Já alguns simplesmente prorrogam a vigência em razão de atrasos. 

    Porém, em qualquer hipótese anteriormente citada, os títulos que estão em atraso são suspensos, não possuindo direito aos sorteios durante o prazo de suspensão. Além disso, na ocorrência de um determinado número consecutivo (definido em cada título) de pagamentos em atraso, o título será automaticamente cancelado. 

    2) Disponibilidade do dinheiro e penalizações

    Os títulos de capitalização têm um prazo de carência para resgate. 

    Em caso de resgate antecipado a empresa de capitalização poderá cobrar até 10% de multa do capital constituído.

    Além disso, também pode ter percentuais de resgate parcial. Mas também incorrerá a multa de até 10% do capital constituído.

    Então, você pode perder 2 vezes. Perder na rentabilidade baixa e perder pelo resgate antecipado.


    3) Baixa remuneração

    A capitalização possui uma remuneração muito baixa, porque a instituição pega parte da remuneração para fazer os sorteios dos prêmios e a outra parte fica com o banco por sua administração.

    A remuneração desse título de capitalização pode ser apenas a inflação, ou seja, não tem nenhum ganho real. Ou pode ser a remuneração da poupança, que possui um ganho real muito baixo ou ainda com taxas ainda menores.

    Para investimentos, existem produtos melhores como Tesouro Direto, CDB, LCI e Fundos de investimento com baixas taxas de administração. Com o ganho adicional desses produtos, você pode comprar muitos presentes sem esperar pela sorte nos sorteios de prêmios.

    Cuidado com os títulos de capitalização Foto: 500px

    Cuidado com os títulos de capitalização

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Modalidades de renda VGBL e PGBL

    Um dos pontos importantes na escolha do VGBL ou PGBL é a modalidade de renda que esteja alinhado com os seus objetivos financeiros, de aposentadoria e beneficiários. Vamos explicar as características das principais modalidades de renda:

    1) Renda mensal vitalícia

    Nesta modalidade de renda, recebe-se uma renda vitalícia, ou seja, da data da concessão do benefício até a nossa morte. Vale somente para o participante e o benefício acaba com o falecimento do participante.

    2) Renda mensal temporária

    Nesta modalidade de renda, recebe-se uma renda que será paga temporariamente. Vale somente para o participante e o benefício acaba com o falecimento do participante ou o fim da temporariedade contratada, o que ocorrer primeiro.

    3) Renda mensal vitalícia reversível ao beneficiário indicado

    Renda vitalícia a partir da data da concessão do benefício. A vantagem é que em caso de morte do participante, o benefício é transferido para o beneficiário indicado.

    4) Renda mensal vitalícia reversível ao cônjuge com continuidade aos menores

    Consiste em uma renda paga vitaliciamente ao participante a partir da data de concessão do benefício escolhido. Ocorrendo o falecimento do participante, durante a percepção desta renda, o percentual do seu valor estabelecido na proposta de inscrição será revertido vitaliciamente ao cônjuge e na falta deste, reversível temporariamente ao(s) menor(es) até que complete(m) a maioridade (18, 21 ou 24) estabelecida no regulamento e conforme o percentual de reversão estabelecido.

    5) Renda mensal vitalícia com prazo mínimo garantido

    Consiste em uma renda mensal a ser paga por um prazo pré-estabelecido ao participante.

    No momento da inscrição, o participante indicará o prazo máximo de meses, contado a partir da data da concessão do benefício, em que será efetuado o pagamento da renda.

    6) Renda mensal por prazo certo

    Renda mensal paga de forma vitalícia ao participante a partir da data da concessão do benefício.

    No momento da inscrição, o participante escolherá um prazo mínimo de garantia da renda.

    Objetivos de renda Foto: 500px

    Objetivos de renda

  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Análise

    Compare tudo com a taxa de juros (CDI/Selic)

    No mercado de taxas, a referência é o CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Basicamente, é taxa de negociação de depósitos entre bancos. Essa taxa é muito próxima da taxa Selic. A taxa selic hoje é de 6,25% ao ano, enquanto o CDI está em 6,15% ao ano. A taxa futura de 10 anos dos juros está próxima de 11% ao ano.

    Antes de você fazer qualquer tipo de investimento, deve analisar em relação à taxa hoje de 6,15% e à taxa futura de 11%.

    Compare a valorização de imóvel com essas taxas, bem como a possibilidade de valorização da bolsa de valores. Exemplo: Se o Ibovespa está em 115 mil pontos:

    a) 1 ano com 11%: 128 mil pontos;

    b) 2 anos com 11%: 142 mil pontos;

    c) 3 anos com 11%: 157 mil pontos;

    d) 4 anos com 11%: 175 mil pontos;

    e) 5 anos com 11%: 194 mil pontos.

    Ou seja, o Ibovespa teria antigir um patamar de 194 mil pontos em 5 anos para se igualar a taxa de juros prefixada de 11% em 5 anos.

    No mercado financeiro, existe o conceito de equivalência CDI. Vamos fazer uma simplificação, para facilitar o entendimento (porque seria multiplicação e existe diferença de 252/360 dias, base linear e exponencial em alguns casos):

    -Se a taxa de juros longa é de 11%: se a taxa de juros do IPCA é de 5%, significa que a expectativa de inflação é de 6%.

    -Se a taxa de juros longa é de 11%: se taxa de juros em dólar é de 2% ao ano, significa que o diferencial de juros é 9% ao ano.

    No Brasil, grande parte dos investimentos estava na renda fixa, justamente pelos juros de 2 dígitos. Com a queda da selic para 2% ao ano, houve uma migração de investimentos para a bolsa e ativos mais arriscados. Mas a elevação dos juros tem revertido essa tendência.

    Comparação CDI Foto: 500px

    Comparação CDI

    • Foto de GIA
      GIA

      Muito bom!

      +
  • Foto de Rock
    Rock Rubi

    + Enquete

    Qual a maior desvantagem dos Bancos digitais?

    Vote de acordo com suas experiências.

    • 24 0
      24 pontos
      Falta de suporte presencial

      Falta de suporte presencial

    • 19 0
      19 pontos
      Insegurança do sistema

      Insegurança do sistema

    • 12 0
      12 pontos
      Alto custo ou não fazer saque

      Alto custo ou não fazer saque

    • 11 -1
      10 pontos
      Depender da tecnologia

      Depender da tecnologia

    • 12 -2
      10 pontos
      Falta de produtos e serviços

      Falta de produtos e serviços