Espaço Rock

Um Espaço que mostra o que afeta sua Vida Financeira:

  • + analise

    Por que é importante saber o que é valores mobiliários nos investimentos?

    Porque, as atividades de consultoria financeira de ativos e valores mobiliários são regulamentados pela CVM, sendo necessário que o consultor ou consultoria de investimentos de valores mobiliários atendam vários requisitos para exercer a atividade.

    A instrução número 592, determina a regulamentação de consultoria de valores mobiliários a prestação dos serviços de orientação, recomendação e aconselhamento.

    Mas o que são valores mobiliários?

    São valores mobiliários: (conforme estabelecido na Lei nº 6.385, de 7 de dezembro de 1976, com redação dada pela Lei nº 10.303, de 31 de outubro de 2001)

    - as ações, debêntures e bônus de subscrição;

    - os cupons, direitos, recibos de subscrição e certificados de desdobramento relativos aos valores mobiliários referidos no inciso II;

    - os certificados de depósito de valores mobiliários;

    - as cédulas de debêntures;

    - as cotas de fundos de investimento em valores mobiliários ou de clubes de

    investimento em quaisquer ativos;

    - as notas comerciais;

    - os contratos futuros, de opções e outros derivativos, cujos ativos subjacentes sejam valores mobiliários;

    - outros contratos derivativos, independentemente dos ativos subjacentes;

    - quando ofertados publicamente, quaisquer outros títulos ou contratos de investimento coletivo, que gerem direito de participação, de parceria ou de remuneração, inclusive resultante de prestação de serviços, cujos rendimentos advêm do esforço do empreendedor ou de terceiros.

    § 1o Excluem-se do regime desta Lei:

    I - os títulos da dívida pública federal, estadual ou municipal;

    II - os títulos cambiais de responsabilidade de instituição financeira, exceto as debêntures.

    Portanto, o Tesouro Direto, a poupança, o CDB, LCI, LCA de bancos não são considerados como valores mobiliários.

    No entanto, os fundos imobiliários, CRIs, debêntures são considerados valores mobiliários.

    Regulação Foto: 500px

    Regulação

  • + analise

    Bancos precisam informar no extrato os detalhes do cheque especial

    O Banco Central publicou a Circular número 3.981 que trata da prestação de informações para os clientes referente ao cheque especial.

    Os bancos terão que detalhar os extratos das pessoas físicas e MEIs (micro-empreendedor individual) as seguintes informações:

    -Limite de crédito contratado;

    -Saldo devedor (na data);

    -Valores utilizados diariamente;

    -Valor e forma de apuração da tarifa cobrada

    -Taxa de juros efetiva do mês

    -Valor dos juros acumulado no período

    Essas informações deverão ser informadas aos clientes a partir de 1 de junho de 2020.

    Detalhes no Extrato Foto: 500px

    Detalhes no Extrato

  • + enquete

    O que mais afeta a vida financeira de um casal?

    Votem no problema que mais afeta a vida financeira de um casal, que mais traz risco ao relacionamento.

    • 6 0
      6 pontos
      Dívidas

      Dívidas

    • 5 -1
      4 pontos
      Falta de dinheiro

      Falta de dinheiro

    • 5 -1
      4 pontos
      Omissão

      Omissão

    • 4 0
      4 pontos
      Excesso de gastos

      Excesso de gastos

  • + analise

    Taxa Selic em 4,25% ao ano. A menor taxa de juros da história do Brasil

    Tem muita gente que está com saudades da Selic em patamares de 12% a 14% ao ano. Por muitos anos, o Brasil foi o paraíso para os investidores de renda fixa e percentual de CDI. Seja nos CDBs, seja no Tesouro Direto, seja nas LCIs, seja nos fundos Di, seja nos PGBLs.

    Quem investia R$ 100 mil com taxa de juros de 14%, ganhava R$ 11.900 de juros por ano, já descontados o imposto de renda. Quem tinha R$ 1 milhão, ganhava R$ 119 mil por ano de juros, o que representava um ganho mensal líquido do imposto de renda de quase R$ 10 mil.

    Hoje com selic a 4,25%, esses mesmos R$ 1 milhão, rendem R$ 36,125 mil por ano, ou R$ 3,0 mil por mês.

    Para quem é bom juros menores:

    -Bom para pessoas e empresas que precisam tomar um crédito.

    -Bom para o empreendedorismo no Brasil. Seja para startups, seja para pequenas empresas. Porque, teremos mais investidores dispostos a assumir riscos.

    -Bom para o desenvolvimento econômico do Brasil. Mais investimentos no setor real da economia.

    -Bom para diminuir a desigualdade social.

    -Bom para o mercado de ações e setor imobiliário (aqui sempre com muita cautela e análise).

    -Bom para reduzir os juros dos créditos com a portabilidade de crédito.

    Taxa de Juros de 4,25% Foto: 500px

    Taxa de Juros de 4,25%

  • + analise

    O que é Educação Financeira?

    As definições que existem sobre Educação Financeira são ruins e limitadas.

    Basicamente, educação financeira é o aprendizado de finanças para você saber lidar com o seu dinheiro, seja do ponto de vista de controle de gastos, seja investimentos, seja empréstimos, seja de impostos, seja fluxo de caixa, seja direito civil, tributário e societário, seja questões contratuais, seja casamento, seja de empresas, seja de conhecimento de produtos e serviços bancários.

    Muitos resumem a Educação Financeira como controle de gastos. Mas esta é uma visão pequena e limitada. 

    Porque uma pessoa pode controlar os gastos e fazer um financiamento da casa e estar perdendo alguns milhões para os bancos ao longo dos anos.

    Outra pessoa pode ter feito uma previdência privada no VGBL e também ter deixado alguns milhões para os bancos.

    Outra não sabe administrar a empresa, o seu fluxo de caixa e quebrar a empresa.

    Outra pode ter assinado um péssimo contrato e ter perdido alguns milhões.

    Educação Financeira envolve:

    -Saber controlar os gastos e o fluxo de caixa;

    -Conhecer os diferentes produtos e serviços bancários;

    -Conhecer o direito tributário, civil e societário;

    -Conhecer de contabilidade;

    -Conhecer de Impostos;

    -Saber fazer investimentos;

    -Saber fazer empréstimos;

    -Escolher o melhor regime de união no casamento;

    -Saber administrar a empresa;


    A Rock The Bank desenvolveu uma plataforma de Educação Financeira, que aborda todos esses temas. 

    a) Na Comunidade, você pode tirar todas as suas dúvidas.

    https://rock.com.br/comunidade/

    b) No Espaço Rock, saber o que está acontecendo no mundo e no Brasil, que pode afetar suas finanças.

    https://rock.com.br/espaco-rock/

    c) Em Educação Financeira, você aprenderá sobre o tema.

    https://rock.com.br/educacao-financeira/

    d) Em Seu banco, pesquisar taxas de produtos de crédito, fundos de investimento e previdência. Pode reclamar do banco que fez algo de errado. 

    https://rock.com.br/seu-banco/

    e) Em Simuladores, pode saber exatamente quanto está perdendo de dinheiro para os bancos.

    https://rock.com.br/simuladores/

    A plataforma Rock The Bank conta um sistema de "gamefication", quer dizer, que você ganhará a moeda digital ROCKS com sua participação. Quanto mais você participa na plataforma, mais ganha ROCKS.

    Cadastre-se gratuitamente:

    https://rock.com.br/users/register/

    Onde está o conhecimento? Foto: 500px

    Onde está o conhecimento?

    • Foto de GIA
      GIA

      Muito bom esse conteúdo! Parabéns :P

      +
  • + analise

    Controle seus gastos no papel ou caderninho.

    Recente pesquisa da CNDL / SPC Brasil mostrou que 36% dos brasileiros controlam seu orçamento com anotações no papel ou caderninho.

    Anotar no papel é uma maneira eficiente de controle de gastos. A possibilidade de manusear e analisar os gastos torna esse tipo de controle o favorito dos brasileiros.

    Depois, com 26%, vem o controle de gastos através da memória. Ou seja, as pessoas confiam na memória. Sem dúvida, é muito difícil lembrar de todos os gastos e fazer uma somatória mental. A verdade é que os brasileiros podem lembrar dos grandes gastos, mas podem perder a visão geral.

    Na terceira colocação, cerca de 20% dos brasileiros não registram e não fazem nenhum controle de gastos. 

    As pessoas que utilizam o computador somam 9% do total. São as famosas planilhas de excel. 

    Os brasileiros que utilizam um app / aplicativo totalizam 7%. Normalmente, são pessoas mais jovens que utilizam os aplicativos no controle de gastos.

    Finalmente, apenas 2% delegam para terceiros os controles de gastos.

    Independente de qual ferramenta que é utilizada para controlar os gastos, a recomendação é controlar e anotar todos os gastos para saber administrar seu orçamento mensal.

    Controle de Gastos Foto: 500px

    Controle de Gastos

  • + analise

    Qual o impacto no Coronavírus para suas finanças?

    Em 2002, tivemos o surto da SARS, o que significa síndrome respiratória aguda grave. O surto começou na China e apresentou aproximadamente 8.000 casos no mundo com cerca de 800 mortes.

    De maneira bem geral, os mercados acionários caíram entre 10% a 15% durante 3 meses. Mas depois, recuperaram-se, porque a SARS foi erradicada em 2004. 

    Ninguém sabe ainda a resposta do impacto do coronavírus, seja nas finanças pessoais, seja na economia brasileira, seja na economia mundial, seja nas viagens internacionais.

    Portanto, o recomendável é ter uma carteira de investimentos diversificada . Em momentos de alta incerteza, pode-se ter uma carteira mais conversadora.

    Coronavírus Foto: 500px

    Coronavírus

  • + analise

    Bitcoin Banco tem dívida de R$ 2,7 bilhões

    O Grupo Bitcoin Banco está em processo de recuperação judicial.

    A empresa havia apresentado uma dívida de R$ 507 milhões. Mas segundo o administrador da recuperação judicial, o valor da dívida chega a R$ 2,7 bilhões.

    Ela tem 6.445 credores. Aproximadamente 90% são pessoas comuns que tem dinheiro preso nas Plataformas.

    O Grupo tinha as seguintes empresas: 

    -Bitcurrency 

    -Dream World

    -Opencoin

    -Zater

    -Principal

    - CLO Investimentos e Participações S/A (está não está em recuperação judicial)

    Veja as reclamações:

    https://www.reclameaqui.com.br/empresa/bitcoin-banco_196480/

    No dia 21 de janeiro de 2020, o Grupo Bitcoin Banco lançou da sua nova plataforma para negociação de Bitcoins e criptomoedas, a Zater Capital.

    Dívida de R$ 2,7 bilhões Foto: 500px

    Dívida de R$ 2,7 bilhões

    • Foto de GIA
      GIA

      Nossa...

      +
  • + analise

    Genbit – Ninguém vai receber bitcoin

    A Genbit bloqueou todos os saques da sua plataforma desde agosto de 2019. A Genbit é acusada de pirâmide financeira e está sendo investigada pelo Ministério Público.

    A Genbit afirmou que não pagará os seus clientes com bitcoin ou reais, mas que pagará com sua própria criptomoedas. A Justiça já considerou isso como ilegal.

    O Ministério Público do Estado entrou com uma ação pedindo o bloqueio de R$ 1 bilhão do grupo e dos sócios.

    A Genbit prometia retornos de até 15% ao mês. 

    Até a data de 22 de janeiro de 2020, a Genbit tinha 366 reclamações no Reclame Aqui. Muitas pessoas reclamando que não conseguem sacar o dinheiro desde agosto de 2019.

    https://www.reclameaqui.com.br/empresa/genbit-club/

    Conclusão: Cuidado com promessas de ganhos altos e garantidos. 

    Cadê o dinheiro? Foto: 500px

    Cadê o dinheiro?

  • Foto de RockTheBank
    RockTheBank Safira

    + analise

    Poucas mulheres na Bolsa de Valores

    Recentemente a B3 divulgou um forte crescimento de pessoas físicas na Bolsa de Valores.

    O total de pessoas atingiu 1.678.754 no final de 2019.

    Considera-se as pessoas que têm CPF cadastrado em cada agente de custódia (pode-se contabilizar o mesmo investidor se este possuir conta em mais de uma corretora).

    O total de homens foi de 1.290.258, enquanto as mulheres somam 388.496. Portanto, as mulheres representam apenas 23,1% do total.

    Vamos mudar esse cenário no Brasil?

    Poucas mulheres na Bolsa de Valores Foto: 500px

    Poucas mulheres na Bolsa de Valores