13

É seguro deixar os bancos tradicionais e ficar apenas com conta em um banco digital?

Eu sempre fui cliente de bancos tradicionais, no entanto, percebo que perco muito dinheiro pagando taxas e com os baixos rendimentos dos produtos financeiros disponíveis. Penso em mudar para um banco digital, mas fico com receio se terei acesso aos mesmos serviços que tenho num banco tradicional como saques, transferências, pagamentos, CDB´s, poupança, cartões, etc.

+

Bom, tenho conta em vários bancos por questões digitais. A segurança depende também da confiança que você tem sobre o banco que o conhece. Mesmo assim, ainda os bancos tradicionais são bastante seguros. Recomendo utilizar de forma alternada, assim você vai analisando, tempo a tempo qual dos dois será mais seguro pra você. Por exemplo, dos bancos tradicionais que tenho conta, confio mais no Banco do Brasil, e dos digitais confio mais no Banco Original, Banco Inter e PagBank. Pra investimento ainda acho o Sofisa Direto e Modal Mais, mais seguros. Para serviços como TED, Pagamentos e Cartões, o Banco Original acho melhor.

1mês por Cristian Olsi
Respostas (1)
14

1)Segurança de dados

Os grandes bancos continuam com os melhores sistemas de segurança. Porque, segurança digital envolve altos investimentos. O ponto principal da segurança é a criação de camadas de segurança, quanto mais camadas, mais seguro. Ademais, os bancos de dados devem ter informações segregadas e diferentes níveis de acesso de funcionários.

Mas os bancos digitais tem evoluído muito na questão a segurança digital. XP Investimentos, Nubank, Banco Inter e BTG Pactual Digital são exemplos de bancos que têm investido fortemente na segurança digital.

EM 2017, houve roubo dos dados cadastrais de 29 mil da XP Investimentos.

Tivemos também o caso do Banco Inter, em que um hacker teve acesso a dados cadastrais de 100 mil clientes no ano de 2019. Neste ano, tivemos muitas fraudes com o cartão de crédito da Nubank.

2)Investimentos

O Fundo Garantidor de Crédito garante até R$ 250 mil por CPF e banco limitado até R$ 1 milhão (4 bancos) em caso de quebra do banco. Portanto, é recomendável investir até o limite de R$ 250 mil em bancos digitais pequenos.

A garantia vale para a soma de produtos como CDB, LCI, LCA, Depósitos a Vista, Poupança e Compromissadas de Debêntures da Leasing.

No passado, tivemos quebras e liquidações de diversos bancos pequenos como Banco Cruzeiro do Sul, Banco Prosper, Banco Rural, Banco Morada e Banco Oboé.

Tivemos o rombo de R$ 4,3 bilhões do Banco Panamericano. Ademais, foram socorridos os bancos Matone e Schain.


A conclusão:

a) Para investimentos em bancos digitais pequenos: limite R$ 250 mil por CPF e banco (limite global de R$ 1 milhão - 4 bancos).

b) Para conta corrente, crédito, cartão: pesquise muito o banco digital e use todos os mecanismos de segurança como dupla autenticação, alertas de gastos, limites de gastos, não acesse sites estranhos e tenha sempre um antivírus e firewall. Isso também vale para contas em grandes bancos.

Foto de RockTheBank

+

Muito obrigado!

Acesso grátis a todo conteúdo. Seja um Rocker!

Para acessar sem limites a nossa plataforma, entre para a Rock The Bank e conecte-se.